CESTA DE COMPRAS ( 0 )
 


Home > >

Assembleia Geral Extraordinária de 7 de Setembro de 2013

18 de Novembro 2013

Decorreu no passado dia 7 de Setembro mais uma Assembleia Geral Extraordinária. Poderíamos na realidade ficar apenas por aqui em termos de comunicação deste acontecimento.
 
No entanto, a Mesa Administrativa e o Conselho Fiscal, conhecedores profundos da importância dos assuntos aprovados, têm consciência de estar perante uma das mais sensíveis aprovações de sempre na nossa Misericórdia.
 
Assim, para que o seu conhecimento não fique apenas pela comunicação verbal (como sabemos quem conta um conto acrescenta um ponto), aqui fica a comunicação escrita para divulgação “ipsis verbis” ao vasto público de Irmãos que, por uma ou outra razão, não puderam estar presentes, bem como para todos os amigos da Santa Casa da Misericórdia de Canha.
 
Os assuntos tratados foram:
 
   - Aprovação de viabilidade financeira – por contração de empréstimo junto da banca, para viabilizar a nossa Unidade de Cuidados Continuados anexa ao Lar de São Sebastião. Teimosamente tentamos levar este projecto a bom porto, apesar de não termos nenhum auxílio por parte da nossa Câmara Municipal. Falamos nisto, não por coincidência do momento, mas porque há um exemplo de sucesso, aqui bem perto de nós, na Unidade de Cuidados Continuados de Coruche, financiada pela sua Câmara em 25% a fundo perdido na fase de construção e a equipa médica em 100%, até ao arranque efetivo da unidade.
   Com a aprovação da Assembleia Geral, deu-se força para o lançamento de um dos marcos mais emblemáticos da longa vida da nossa Misericórdia e, consequentemente para a freguesia de Canha – o retorno à essência da Misericórdia, “cuidar da saúde dos mais necessitados”.
   A criação da Unidade de Cuidados Continuados vem dar origem a novos postos de trabalho e oferecer serviços que tornarão Canha uma realidade na área da saúde, como até aqui nunca aconteceu.
 
   - Aprovação da reestruturação de financiamento da Instituição perante a Entidade Bancária Caixa de Crédito Agrícola Mútuo – esta aprovação permite continuar a honrar os nossos compromissos entre colaboradores e funcionários da Santa Casa, nestes tempos tão conturbados de instabilidade social, dando à nossa Misericórdia a possibilidade de caminhar de forma equilibrada, sustentável e saudável, levando mais uma vez o nome da nossa terra e das nossas gentes à “praça pública do bem fazer”.

Estas aprovações tiveram a participação ativa de uma digníssima Assembleia de Irmãos, que procuram saber exaustiva e pormenorizadamente cada um dos assuntos, para em consciência votar.
 
A compreensão e aceitação das propostas mereceu assim aprovação por unanimidade e aplauso.
 
 
José Manuel Rodrigues
SCMC – 7 de Setembro de 2013